terça-feira, 21 de agosto de 2012

Vale a pena provar de novo

O doce de carambolas da vovó Mocinha

Walnize Carvalho

Férias de julho. 30 dias. 30 dias de puro deleite.
Eu, das irmãs era a única que camuflava a saudade de casa (afinal era tão prazeroso ir para a casa da avó Mocinha e tão cheio de novidades) que a referida saudade só achava de me incomodar, quando à noite vovó vinha ao quarto em que eu ( e alguma prima dormia e nos abençoando ) apagava o lampião...
Mas, o cansaço dava lugar a ansiedade pelo dia seguinte e logo adormecia.
E ao acordar, já se via vovó lá no fundo do quintal, sob o frondoso pé de carambolas, recolhendo as mais maduras para a confecção do doce.
Preparada a delícia, deixava esfriar com a recomendação de que uma parte seria a nossa sobremesa e a outra iria para a venda do vovô.
E numa vitrine lá ficavam expostas em pote de cristal até a chegada de algum freguês (havia os cativos) para se deliciarem com as carambolas que mais pareciam ameixas.
O que mais gostava era quando meu avô permitia, que eu encostasse no balcão e servisse...
Receita de Doce de carambola

Ingredientes:

•9 carambolas maduras
•1/2 kg de açúcar

Modo de preparo:

•Lave as carambolas e corte-as em rodelas finas.
•Leve o açúcar ao fogo com 2 xícaras (chá) de água e deixe até formar uma calda rala.
•Junte a carambola e cozinhe até a calda engrossar.
•Tire do fogo e espere esfriar antes de servir.

Dica:

•A calda estará grossa quando, levantando-a com uma colher, verifica-se que ela está quase pastosa

2 comentários:

✿ chica disse...

Um doce com sabor de boas lembranças.Lindo!!beijos,chica

walnize carvalho disse...

É verdade,Chica!
Obrigada pelo carinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...