segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

A menina que não gostava de comer...



Fui uma criança terrível na hora de comer e as únicas coisas que me faziam sorrir eram os doces, ou melhor, a promessa de ganhá-los se “comesse tudinho”. Dessa época duas guloseimas me encantavam os pastéis de natas vindos de Quissamã, terra de minha avó paterna e as ambrosias da minha avó materna.

Quando digo terrível para comer não é exagero. Não gostava de quase nada que me ofereciam em casa. Na casa das avós comia bem melhor por algumas razões. As duas eram excelentes cozinheiras, tinham uma paciência incrível, faziam todas as minhas vontades e cediam aos meus caprichos (era então neta e filha única) e cozinhavam minhas poucas comidas prediletas e ainda me prometiam os doces.

Hoje sou comilona, mas continuo muito exigente na hora de comer, confesso que sou uma chata. Sou cheia de restrições com carnes bovinas, maneira de preparar certos pratos e até hoje só como feijão em casa ou em casa de quem sabe preparar muito bem.

Bom, mas falemos de uma das delícias citadas. As famosas ambrosias da minha avó Anita. São simples de fazer, mas têm alguns segredinhos, como não mexer demais para não despedaçar.

Ambrosia

6 ovos

500g de açúcar

600 ml de leite

Canela em pau ou casquinhas de limão ou laranja

Bata as claras em neve firme, junte as gemas sem a película e incorpores às claras (sem bater para não perder o airado).

Leve ao fogo brando o leite com o açúcar. Quando ferver junte os ovos e a canela ou as casquinhas. Não mexa até estar os ovos estarem ligeiramente cozidos, sendo assim mexa um pouco com cuidado, cobrindo com a calda.

Deixe no fogo, mexendo levemente de vez em quando, até a calda ficar grossa e os ovos incorporarem o sabor da mesma.

Demora um pouquinho.

Coloque em uma compoteira e saboreie.

Sou capaz de sentir o cheirinho...

3 comentários:

Xacal disse...

Dá quase para sentir o cheiro...O blog de vcs me apetece...

Ahhh, e não pensem que me enganam: a foto aí de cima é de alguma casinha de bonecas, estou errado....?

Natália Augusto disse...

Prometemos abrir o vosso apetite, com receitas bem docinhas... e não só!

Rosângela - discípula aprendendo... disse...

Tenho um doce muito gostoso:
Manjar do Céu:
Dois pacotinhos de Maria Mole
Uma lata de leite condensado
Uma lata de creme de leite
Bate tudo no liquidificador

Põe uma xicara de água para dissolver a Maria Mole e joga tudo no liquidificador

Leve à geladeira.

Genteeeeeeeee é uma delícia!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...